Principais diferenças do Autismo e Asperger

Ir em baixo

Principais diferenças do Autismo e Asperger

Mensagem por Admin em Sex Mar 07, 2014 6:51 pm

Olá a todos, é um prazer editar mais um tópico  Very Happy  Very Happy 

    Ao contrário das crianças com autismo, os indivíduos com transtorno de Asperger não apresentam atrasos na aquisição da linguagem ou com comportamentos estranhos marcados e capacidade de resposta do ambiente durante os primeiros anos de vida. Consequentemente os pais muitas vezes não têm preocupações com o desenvolvimento precoce de seus filhos.
    Uma criança com Asperger pode ser diagnosticada depois de 3 anos, porque eles atingem os seus marcos de desenvolvimento a um ritmo normal e só são encaminhados para avaliação, porque os pais observam que eles estão se comportando de maneira diferente das crianças da mesma idade. Eles podem ser socialmente desajeitado ou apresentarem falta de sensibilização, de regras sociais convencionais, ou mostrar empatia limitada aos outros. A interação social é afetada por causa do contato, pois muitas vezes não conseguem olhar nos olhos, desviando olhar ou retirando-se de conversas.
    Muitas crianças ou adolescentes apresentam e incapacidade para captar os sinais sociais ou compreender o significado dos gestos das outras pessoas e não conseguem boa interação social.

Crianças e adolescentes com Asperg têm comprometido os padrões da fala, ou podem apresentar padrões incomuns com ausência de inflexão ou pode ser muito formal, mas normalmente falando de forma muita alta ou aguda.
    As crianças com Asperger não podem compreender as sutilezas da linguagem, tais como a ironia e o humor. Freqüentemente, eles não conseguem reconhecer e continuar a dar sentido numa conversa, ou ainda, apresentam dificuldades de iniciar um assunto que não seja um único tipo ou de um único interesse, repetindo de forma mais constante do que o normal sobre um determinado assunto.
Sua comunicação é por vezes descrito como “um caminho” para que eles parecem estar “falando em” outros ao invés de para eles.

   Por exemplo, uma criança diagnosticada com transtorno de Asperger tinha problemas sociais, devido aos seus interesses limitados e circunscritos. Em suas conversas com os colegas, ele entregou monólogos sobre seu assunto favorito dos planetas de um modo lento e metódico. Ele estava tão envolvida em falar sobre os planetas que não percebeu a frustração de seus pares. As tentativas de lançar comentários para iniciar uma conversa foram perdidas e a criança continuou a “palestra”. Consequentemente as outras crianças, eventualmente, sairam se sentindo insatisfeitas com a falta de conexão e aborrecidas pela persistência do mesmo tema.

Agradeço a todos, até mais  Very Happy  Very Happy 
Créditos:psicologiananet.com.br
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 119
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 25
Localização : Brasilia-DF

Ver perfil do usuário http://escoladapsicologia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum